DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

Óptica - EF+EB

Ano letivo: 2006-2007
Especificação técnica - ficha curricular
N.B. estas fichas estão definidas apenas desde 2007 (acordo de Bolonha).

Elementos especificos
código da disciplinaciclo de estudossemestre lectivocréditos ECTSlíngua de ensino
223pt


Objectivos formativos

Integrar saberes com vista ao desenvolvimento profissional dos futuros professores. Desenvolver uma grelha de análise das situações educativas que sustente uma prática docente fundamentada e reflectida.
Consciencializar a complexidade da função docente e das situações educativas, incidindo sobretudo no nível macro do sistema educativo.

Programa genérico mínimo

I - Concepções de educação e de ensino
1. Evolução das ideias em educação
2. Educação tradicional, educação nova, educação pós-moderna
3. Concepções pessoais de ensino
II - O sistema educativo português
1. Breve evolução histórica do sistema educativo português: da Lei nº 46/86 às principais reformas
2. Reorganização curricular do ensino básico e secundário: princípios e práticas
3. O conceito e a prática das competências
4. Novas áreas curriculares: estudo acompanhado, área de projecto e formação cívica
5. Insucesso escolar: resultados internacionais e nacionais e projectos de ensino da matemática e das ciências

III - A escola: aspectos organizacionais e interpessoais
1. O funcionamento da escola como organização: organograma, estruturas de funcionamento e respectivas funções
2. O clima escolar e a dinâmica da comunidade educativa

Pré-requisitos
Competências genéricas a atingir
. Competência em análise e síntese;
. Competência em comunicação oral e escrita;
. Competência em relações interpessoais;
. Compromisso ético;
. Competência em aplicar na prática os conhecimentos teóricos;
. Competência para resolver problemas;
. Competência em trabalho em equipas interdisciplinares;
. Valorização da diversidade e multiculturalidade;
. Adaptabilidade a novas situações;
. Competência em autocrítica e auto-avaliação;
(por ordem decrescente de importância)
Horas lectivas semestrais
aulas teóricas30
total horas lectivas30

Método de avaliação
Relatório de seminário ou visita de estudo15 %
Trabalho laboratorial ou de campo15 %
Trabalho de síntese10 %
Exame50 %
Outros10 %

Bibliografia de referência

Arends, R (2001). Aprender a ensinar. Lisboa. McGrawHill
Carbonell, J. (Ed.) (2003). Pedagogias do Século XX. Porto Alegre. Artmed
Carvalho, R. (1986). História do ensino em Portugal. Lisboa. Fundação Calouste Gulbenkian
Delors, J. (1996). A educação ou a utopia necessária. In Relatório para a Unesco da Comissão Internacional sobre educação para o século XXI. Educação: um tesouro a descobrir. Lisboa. ASA.
Legislação essencial para o professor (4ª edição, 2005). Porto. Porto Editora.
Lisboa. Ministério da Educação. Colecção Falar Educação.
Magalhães, A. e Alçada, I.(2002). Saiba o indispensável sobre?as escolas portuguesas hoje. Como se administram? Lisboa. ME.
Nogueira, C. e Silva, I. (2003). Cidadania. Construção de novas práticas no contexto educativo. Lisboa. Asa.
Teixeira, M. (2002). O professor e a escola. Perspectivas organizacionais. Lisboa McGrawHill.

Método de ensino

O desenvolvimento dos conteúdos será realizado com base numa abordagem teórica e experiencial, construindo um quadro de referência de base, quer através de aulas, quer de actividades de observação e análise da realidade escolar que, no caso de Introdução à Realidade Escolar I, incidem sobretudo no nível macro do sistema educativo.
Para melhor concretizar estes objectivos, os estudantes deslocar-se-ão às escolas com as quais a FCTUC estabelecer protocolos, de modo a contactar com algumas das suas estruturas e a observar algumas actividades.
Esta abordagem será complementada com a análise de casos incidindo sobre aspectos da dinâmica da aula, numa perspectiva compreensiva e interventiva e com recurso à estratégia da simulação.

Recursos específicos utilizados

Será condição preferencial a existência de protocolos com escolas, permitindo o contacto dos estudantes com algumas das suas estruturas e a observar algumas actividades.