DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

 - 

Ano letivo: 2004-2005
Especificação técnica - ficha curricular
N.B. estas fichas estão definidas apenas desde 2007 (acordo de Bolonha).

Elementos especificos
código da disciplinaciclo de estudossemestre lectivocréditos ECTSlíngua de ensino
29pt *)

*) N.B.  se houver estudantes que não falem português a língua é o inglês.

Objectivos formativos
Competências com importância central

Conhecimento dos temas a ensinar

Competências em estratégias diversificadas de ensino/aprendizagem

Capacidade de avaliar o resultado da aprendizagem e o desempenho dos alunos

Competências com importância secundária

Consciência da necessidade de aperfeiçoamento profissional contínuo

Capacidade de reflectir sobre o desempenho individual e de o avaliar

Capacidade para criar um clima propício à aprendizagem

Programa genérico mínimo
1. O ensino da Física e a investigação em Didáctica da Física

1.1 Factores fundamentais no conceito de Ensino da Física; atitudes perante a ciência e o seu ensino.
1.2 O papel do professor na aula (concepções prévias do professor sobre o ensino/aprendizagem das ciências). Importância das teorias pessoais e crenças dos professores.*
1.3 Factores influenciadores da transformação do curriculo formal em curriculo de ensino.
1.4 A investigação em Didáctica da Física; sua importância na caracterização e na problematização de práticas de ensino da Física*.

2. Caracterização e problematização de práticas vigentes de Ensino da Física.

2.1 Modelos actuais de ensino da física. Perspectiva de mudança: necessidade de modelos de ensino alternativos ao tradicional.
2.2 Os diferentes paradigmas de ensino-aprendizagem hoje vigentes*.

UNIDADE II - Fundamentos para o Ensino da Física segundo perspectivas inovadoras

1. Epistemologia e História da Ciência/Física*

1.1 Natureza do conhecimento científico. *
1.2 Uso da História da Ciência no ensino da Física

2. Psicologia da aprendizagem

2.1 Behaviorismo e Cognitivismo.
2.2 O Construtivismo.
2.3 Construtivismo e desenvolvimento de capacidades, crenças e atitudes. As capacidades mais importantes para a aprendizagem da Física.
2.4 Perspectivas de ensino: caracterização e evolução. Modelos e estratégias de evolução conceptual.
2.5 Reflexão crítica e visão actual da prática pedagógica na perspectiva construtivista.
2.6 Metacognição. Destrezas metacognitivas .*


UNIDADE III - Pedagogia (métodos de ensino da Física e seus objectivos)

1. O movimento de educação CTS - ideias gerais.

2. Visão globalizante da Ciência que se vai ensinar. Leis de Conservação e Simetrias.

3. Aprendizagem e compreensão na leitura de textos científicos*.

4. Trabalho laboratorial.

5. Resolução de problemas. Estratégias de ensino/aprendizagem centradas na resolução de problemas. *

6. Inovação em educação. Os ambientes de educação não formal como complementares da educação formal.

7. As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação no ensino da Física.*

8. A avaliação: instrumento essencial no acompanhamento do processo de aprendizagem e na melhoria do ensino.
Pré-requisitos
Didáctica da Física I
Competências genéricas a atingir
. Competência em comunicação oral e escrita;
. Competência para resolver problemas;
. Competência em raciocínio crítico;
. Competência em aplicar na prática os conhecimentos teóricos;
. Competência em planear e gerir;
. Conhecimento de uma língua estrangeira;
. Uso da internet como meio de comunicação e fonte de informação;
. Competência em trabalho em grupo;
. Competência em aprendizagem autónoma;
. Competência em autocrítica e auto-avaliação;
(por ordem decrescente de importância)
Horas lectivas semestrais
aulas teóricas45
aulas práticas laboratoriais45
total horas lectivas90

Método de avaliação
Trabalho laboratorial ou de campo10 %
Resolução de problemas30 %
Exame40 %
Outros20 %

Bibliografia de referência
Almeida, M. J., Preparação de Professores de Física - Uma contribuição científico-pedagógica e didáctica. Almedina, 2004.
Arons, A., A guide to introductory Physics teaching. John Wiley & Sons, N.Y., 1990.
Cachapuz, A., Praia, J. e Jorge, M., Ciência, Educação em Ciência e Ensino das Ciências. Ministério da Educação, 2002.
Driver, R., Guesne, E. e Teberghien A. Children's ideas in science. Open University Press, Milton Keines, 1985.
Gil, D., Carrascosa, J., Furió, C. e Martínez-Torregrosa, J., La enseñanza de las Ciencias en la educación secundária. ICE/Horsori, Barcelona, 1991.
Gutierrez, R. et al., Aspectos didácticos de Física y Química (Física). Universidade de Zaragoza, 1999.
Holton, G. e Brush, S.G., Introduction to Concepts and Theories in Physical Science. Addison-Wesley Pub., 1973.
Lopes, J. B., Resolução de problemas em Física e Química. Texto Editora, 1994.
Lopes, J. B., Aprender e Ensinar Física. Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação para a Ciência e a Tecniologia, 2004.
Miguel, E. S., Los textos expositivos. Estrategias para mejorar su comprensión. Aula XXI, Santillana, Madrid, 1993.
Mintzes, J. J., Wandersee, J. H. e Novak, J. D., Ensinando Ciência para a compreensão - uma visão construtivista. Plátano, 2000.
Pozo, J. I. E Gomes Creso, M. A., Aprender y enseñar ciencia. Morata, Madrid, 1998.
Valadares, J. e Graça, M., Avaliando?para melhorar a aprendizagem. Plátano,1998.
White, R. e Gunstone, R., Probing understanding . The Falmer Press, 1993.
Método de ensino

Estratégias interactivas promotoras da prática reflexiva e do desenvolvimento do raciocínio crítico. Defesa de trabalhos com análise crítica e discussão.
Recursos específicos utilizados
Sala equipada com computadores e ligação à internet.
Laboratório didáctico