DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

Técnicas de Planeamento e Gestão - EF+EB

Ano letivo: 2012-2013
Especificação técnica - ficha curricular

Elementos especificos
código da disciplinaciclo de estudossemestre lectivocréditos ECTSlíngua de ensino
1000467126.0pt


Objectivos formativos

Dotar os alunos de competências metodológicas e aplicacionais na área de planeamento e gestão de operações num contexto de problemas de engenharia, que lhes permitam identificar tipos de problemas, construir modelos matemáticos que incluam as características essenciais desses problemas, aplicar algoritmos que produzam soluções para esses problemas, e proceder a uma análise crítica das soluções obtidas.

Programa genérico mínimo

1. Introdução à programação linear (PL). O método simplex.

2. Planeamento e gestão de projectos. O método PERT com estimativas mais provável, optimista e pessimista para a duração das actividades. O método CPM. Calendarização do projecto. Análise do projecto no espaço dos recursos. Heurística para nivelamento dos recursos.

3. Modelos de gestão de stocks. Modelos determinísticos. Modelos estocásticos (políticas de nível de encomenda e de revisão cíclica). Modelos de optimização global e parcial.

4. Previsão. Séries temporais. Regressão linear. Regressão não linear e regressão múltipla.

5. Análise de decisões. Tomada de decisões sem e com experimentação. Árvores de decisão. Funções utilidade.

6. Filas de espera. Processos de nascimento e morte. Fórmula de Little. Modelos M/M/1 e M/M/S. Filas de espera com comprimento limitado. Filas de espera com população finita. Modelos envolvendo outras distribuições.

Pré-requisitos

Álgebra Linear, Probabilidades e Estatística, Análise Matemática

Competências genéricas a atingir
. Competência em análise e síntese;
. Competência em organização e planificação;
. Competência para resolver problemas;
. Capacidade de decisão;
. Competência em raciocínio crítico;
. Competência em entender a linguagem de outros especialistas;
. Adaptabilidade a novas situações;
. Criatividade;
. Competência em aplicar na prática os conhecimentos teóricos;
. Competência em planear e gerir;
(por ordem decrescente de importância)
Horas lectivas semestrais
aulas teóricas30
aulas teórico-práticas20
orientação tutorial8
total horas lectivas58

Método de avaliação
Resolução de problemas35 %
Exame65 %
concretização da avaliação em 20122013
Avaliação Mini Testes: 25.0%
Exame: 75.0%

Bibliografia de referência

- Hillier, F. S., G. J. Lieberman. Introduction to Operations Research, McGraw-Hill, 2005 (8th ed.).

- Tavares, L. V., R. C. Oliveira, I. H. Themido, F. N. Correia. “Investigação Operacional”, McGraw-Hill Portugal, 1996.

- Bronson, R., G. Naadimuthu. Investigação Operacional, Colecção Schaum (2ª. Ed.), McGraw-Hill Portugal, 2001.

- Clímaco, J., C. H.Antunes, M. J. Alves. Programação Linear Multiobjectivo, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2003.

- Chang, Y.L. WinQSB, Decision Support Software for M/OM (ver 2.0), Wiley, 2003.

- Antunes, C. H., L. V. Tavares (Coord.). Casos de Aplicação da Investigação Operacional, McGraw-Hill, 2000.

Método de ensino

Aulas expositivas de natureza tutorial em que os conceitos teóricos e metodológicos surgem motivados por problemas reais, sempre ilustradas com exemplos de aplicação.

Recurso a packages (comerciais ou de domínio público) para a obtenção das soluções para os modelos matemáticos, libertando o estudante para as tarefas mais criativas de formulação dos problemas, construção dos modelos e análise crítica dos resultados.

Recursos específicos utilizados
Software QSB Plus
Software MS Project