DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

Tecnologias de Investigação em Neurobiologia - EB

Ano letivo: 2010-2011
Especificação técnica - ficha curricular

Elementos especificos
código da disciplinaciclo de estudossemestre lectivocréditos ECTSlíngua de ensino
2003561116pt


Objectivos formativos
Durante a década passada surgiram várias metodologias experimentais que permitiram estudar com grande rigor o funcionamento do cérebro e o processamento da informação ao nível do sistema nervoso. Num futuro próximo será necessário desenvolver sensores, instrumentação ao nível da micro- e nanotecnologia, assim como algoritmos de processamento de sinais na área das Neurociências. A aplicação da engenharia de células estaminais, baseada na modificação genética destas células, e a engenharia dos sistemas neuronais (neuroengenharia) terão também um grande impacto no futuro. A engenharia de tecidos aplicada à regeneração neuronal visa, por exemplo, regenerar nervos periféricos lesados (importante nas lesões da medula espinhal) através de nerve guides que permitem o crescimento axonal e o re-estabelecimento da comunicação entre neurónios.
Nesta perspectiva, na disciplina de Tecnologias de Investigação em Neurobiologia pretende-se que os alunos tenham um contacto próximo com as técnicas laboratoriais de biologia e biologia molecular aplicadas ao conhecimento da função das células que constituem o sistema nervoso. De salientar que algumas técnicas abordadas nesta disciplina incluem conhecimentos de ponta na área das Neurociências.

Programa genérico mínimo
1. Isolamento de fracções subcelulares: núcleos, mitocôndrias e microssomas
2. Isolamento de sinaptossomas
3. Ligação a receptores membranares com radioligandos
4. Culturas primárias de neurónios
5. Técnicas de imunocito- e imunohistoquímica
6. Microscopia de fluorescência e de confocal
7. Citometria de fluxo análise de populações celulares
8. Avaliação da excitabilidade neuronal por técnicas electrofisiológicas
9. Determinação da concentração intracelular de cálcio
10. Avaliação da função mitocondrial consumo de oxigénio e potencial mitocondrial
11. Avaliação de neurotoxicidade morte celular por apoptose e necrose
12. Stress oxidativo e enzimas antioxidantes
13. Cirurgia estereotáxica e técnicas de microdiálise
14. Comportamento animal
15. Amplificação (PCR) e sequenciação de DNA, DNA microarrays e RT-PCR *
16. Northern e Southern blots
17. SDS-PAGE, Western blot, géis 2D e proteómica *
18. Vectores virais e não-virais para aplicação em terapia génica preparação de lipossomas *
19. Métodos de transfecção celular *
20. Isolamento e diferenciação de células estaminais - aquisição de um fenótipo neuronal *
Pré-requisitos
Neurobiologia I
Neurofarmacologia


Competências genéricas a atingir
. Competência em análise e síntese;
. Competência em comunicação oral e escrita;
. Competência em trabalho em grupo;
. Competência em raciocínio crítico;
. Criatividade;
. Competência em organização e planificação;
. Conhecimento de uma língua estrangeira;
. Uso da internet como meio de comunicação e fonte de informação;
. Competência em entender a linguagem de outros especialistas;
. Competência em aprendizagem autónoma;
(por ordem decrescente de importância)
Horas lectivas semestrais
aulas teórico-práticas15
aulas práticas laboratoriais45
total horas lectivas60

Método de avaliação
Trabalho laboratorial ou de campo15 %
Mini testes15 %
Exame60 %
Outros10 %

Bibliografia de referência
- Protocolos experimentais baseados na descrição metodológica em revistas científicas da especialidade.



Método de ensino
As aulas teórico-práticas (1 hora/semana) visam dar as bases teóricas sobre as metodologias a aplicar nas aulas práticas laboratoriais (3 horas/semana). Nestas aulas, a participação do aluno será estimulada através de questões orais que permitam a consolidação dos conhecimentos e a sua aplicação aos grande problemas das Neurociências. O contacto constante com os alunos ao longo das aulas práticas permitirá desenvolver a aprendizagem pelo método de análise, estimulando o seu espírito crítico e o trabalho em grupo. Este processo contínuo permitirá a integração com outros domínios do conhecimento, ajudando o aluno na preparação do estudo para os mini-testes e para o exame da disciplina.

Recursos específicos utilizados
Acesso a internet.