DEPARTAMENTO DE FÍSICA

 

Dosimetria de Radiação e Radioprotecção - EB

Ano letivo: 2007-2008
Specification sheet

Specific details
course codecycle os studiesacademic semestercredits ECTSteaching language
2003539116pt


Learning goals
O conhecimento aprofundado de maneira como a radiação deposita energia nos meios biológicos, no contexto de utilização da radiação ionizante em diagnóstico e terapêutica e o cálculo dosimétrico inerente a essa utilização é fundamental para quem se especializa em imagem e radiação. Simultaneamente a inerente problemática da radioprotecção é outra área afim que necessita de aprendizagem.

Consideremos como objectivos da disciplina de Dosimetria da Radiação e Radioprotecção a nível de atitudes, capacidades e competências, os seguintes parâmetros:
- desenvolver a atitude de pesquisa metódica
- promover a observação critica das medidas e respectivas unidades, bem como dos processos de medição e dos erros associados
- capacidade de análise e de síntese
- capacidade de aplicar o conhecimento na prática
- aplicação dos conhecimentos básicos à profissão
- capacidade para aprender
- capacidade para trabalhar em equipa interdisciplinar
- preocupações éticas
- preocupação com a qualidade

Consideram-se objectivos a nível dos conhecimentos:
- conhecer e manipular as diferentes grandezas e unidades de medida
- conhecer as noções matemáticas relativas à teoria do alvo no contexto de irradiação celular
- conhecimento relativo à radiação ionizante, efeitos biológicos e respectiva dosimetria

Syllabus
No primeiro capítulo da disciplina são introduzidas as unidades dosimétricas do Sistema Internacional e as unidades usuais na área, aproveitando-se para se fazer uma contextualização histórica do tema. A cinética associada à proliferacção bem como a estrutura tecidular são temas necessários ao entendimento posterior da formação de radicais livre e da importância do conhecido efeito oxigénio leccionados no segundo e terceiro capítulos. São introduzidos alguns modelos explicativos das lesões celulares e explorados o conceito de lesão reparável e de radiosensibilidade. No quinto capítulo introduz a noção de radiosensibilador e radioprotector dando-se exemplos convenientes. As diferenças entre celulas normais e tumorais são discutidas no capítulo 6. Com o corpo de conhecimentos entretanto adquiridos a radiação do corpo inteiro, a radiação ambiente e a radioprotecção são temas que são explorados com profundidade. Do ponto de vista laboratorial são observados os efeitos provocados pela radiação em culturas celulares e as suas repercussões citogenéticas.

Programa teórico
1.Quantidades dosimétricas. Unidades
2.Células e tecidos / cinética de proliferação
3.Ionização e formação de radicais / efeito oxigénio
4.Radiobiologia subcelular
    Teoria do alvo
    Lesões celulares por radiação
    Lesão reparável
    Radiosensibilidade intrínseca
5.Radiosensibilizadores e radioprotectores
6.Células normais e tumorais
7.Radiação de corpo inteiro
8.Radiação ambiente
9.Radioprotecção

Programa prático
1. Efeitos biológicos das radiações em culturas celulares
2. Repercussões citogenéticas da acção das radiações
Prerequisites
Generic skills to reach
. Competence in organization and planning;
. Competence for working in group;
. Competence in working in interdisciplinary teams;
. Ethical commitment;
. Quality concerns;
. Competence in analysis and synthesis;
. Competence to solve problems;
. Competence in interpersonal relations;
. Competence to communicate with people who are not experts in the field;
. Competence in applying theoretical knowledge in practice;
(by decreasing order of importance)
Teaching hours per semester
lectures12
theory-practical classes23
laboratory classes20
seminar5
total of teaching hours60

Assessment
Laboratory or field work30 %
Exam70 %

Bibliography of reference
- Essentials of Radiation Biology and Protection, Steve Forshier, DELMAR Thomson Learning, 2002.
- An Introduction to Radiobiology, A.H.W. Nias, John Wiley and Sons, 2000
- Biological Radiation Effects, Jürgen Kiefer, Springer-Verlag, 1990
- Introduction to Health Physics, Herman Cember, McGraw-Hill, Inc., 1992

Teaching method
A matéria da disciplina é leccionada em 12 horas teóricas (T) assistidas simultaneamente por todos os alunos, 23h aulas teórico-práticas (TP) (3h) e práticas laboratoriais (PL) (20h), onde os alunos são divididos em 2 grupos, e 5 horas de seminários (S) onde os alunos apresentam os resultados das aulas práticas laboratoriais. Nas aulas teóricas a matéria é leccionada de forma expositiva, utilizando-se meios audiovisuais e o quadro. Nas aulas teórico-práticas utiliza-se um método interactivo de interrogação e colocação de novas situações aos alunos, por forma a que estes construam o seu próprio conhecimento. Nas aulas práticas laboratoriais, os alunos realizam trabalhos laboratoriais de bancada, onde terão que aplicar os conhecimentos aprendidos nas aulas teóricas e teórico-práticas. No Seminário são apresentados os relatórios das aulas práticas laboratoriais e discutidos os seus resultados.

As actividades de aprendizagem incluem o debate e o questionamento promovido essencialmente no decurso dos diversos tipos de aulas. A componente prática laboratorial é fundamental nesta disciplina pois coloca o aluno em situações reais relacionadas com a profissão. Sempre que acharem pertinente os alunos podem solicitar esclarecimentos de dúvidas de forma presencial ou por internet. Sempre que apropriado os docentes indicam links de internet para serem explorados.

A avaliação final dos alunos na disciplina de Dosimetria da Radiação e Radioprotecção visa avaliar a apreensão dos conceitos desenvolvidos nas aulas, bem como a sua aplicação a situações concretas.
O exame escrito é composto por questões com objectivos de avaliação diferentes. Desta forma, existem questões que avaliam a compreensão, outras que avaliam a capacidade de análise e ainda outras dirigidas para a capacidade de síntese.
O exame apresenta questões obrigatórias e opcionais, em que as últimas estão no formato: em n questões o aluno deve responder a n-1.
A arquitectura desta prova de avaliação:
- vai de encontro aos princípios e objectivos da disciplina;
- permite descriminar bem os alunos por capacidade e níveis de conhecimento atingido nas matérias leccionadas.
Esta prova tem uma duração de 90 minutos e uma cotação de 0 a 19 valores. Os alunos que nesta prova tiverem nota inferior a 7,5 valores são considerados excluídos.
Para as notas entre 7,5 e 9,5 valores será realizada uma prova oral, cuja cotação será considerada definitiva. A prova oral é opcional para alunos com média superior a 9,5 valores. Os alunos que tiverem cotação inferior a 9,5 valores são considerados como não tendo atingido os objectivos mínimos necessários, sendo considerados reprovados.
No caso de prova oral, a matéria a incluir será toda a teórica, teórico-prática e prática, sendo o júri constituído por três docentes.
A avaliação do seminário que traduz os resultados obtidos na componente teórico-prática tem uma cotação até 1 valor, a somar à nota obtida na avaliação escrita.

Resources used